quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

A CASA DE CULTURA DA UEL

Quer saber um pouco mais sobre a Casa de Cultura da UEL e suas quatro divisões? Confira no texto a seguir:

A Casa de Cultura:

Criada em 1971 como Coordenadoria de Assuntos Culturais, tornou-se órgão suplementar da UEL em junho de 1978. Vinculada ao Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA), a Casa de Cultura tem como objetivo o incentivo, a produção e o fomento de atividades culturais e artísticas, e a sua atuação está voltada para quatro grandes áreas: Artes Cênicas, Artes Visuais, Música, Cinema e Vídeo. Também atua como promotora, apoiadora ou parceira em diversas realizações culturais da cidade e região.

Divisão de Artes Cênicas:

A Divisão de Artes Cênicas (DAC), criada em 1971, realiza periodicamente oficinas, fóruns, seminários, projetos socioculturais, e assessoria a grupos, atores e produtores locais. Todo ano, no mês de março, realiza o “Londrina Mostra Teatro e Circo”. A DAC também participa da realização e produção cultural do FILO (Festival Internacional de Londrina), aberto a diferentes tendências contemporâneas de artes cênicas, incluindo outras áreas artístico-culturais, como a música popular, a literatura, as artes plásticas, o audiovisual, a fotografia e o artesanato.

Divisão de Artes Plásticas:

Desde 1971, a Divisão de Artes Plásticas (DAP) tem atuado em Londrina e região por meio de projetos que buscam dar maior visibilidade à arte como conhecimento. A DAP procura contribuir e estimular a produção, a difusão e a reflexão nas artes visuais com um fazer consciente e fundamentado, fora do circuito estritamente comercial. Realiza exposições de artes visuais mensais, conferências e mesas-redondas, cursos, oficinas e workshops, além de prestar assessoria crítica e orientação a profissionais e estudantes e apoio na execução de projetos culturais.

Divisão de Música:

A Divisão de Música, criada em 1971, possui atualmente dois setores: Música Instrumental e Música Vocal. O Coro da UEL, instituído em 1972, foi o responsável pela criação de um movimento Coral dentro e fora da Universidade, assim como da Orquestra Sinfônica da UEL (Osuel). O objetivo da Osuel é difundir o repertório sinfônico tradicional e contemporâneo universal e nacional, visando dar suporte às atividades dos cursos ligados à área da música, por meio da integração com o ensino, a pesquisa e a extensão. O Setor Vocal da UEL atualmente conta com cinco grupos: Coro Infantil, Coro Juvenil, Coro da UEL, Coro Tempos Dourados e Coro do Campus.

Divisão de Cinema e Vídeo:

Criada em 1976, inicialmente como Setor de Cinema da Coordenadoria de Ação Cultural da UEL, a atual Divisão de Cinema e Vídeo da Casa de Cultura desenvolve junto às comunidades universitária e externa um trabalho de difusão da arte cinematográfica disponibilizada pela distribuição de filmes alternativos, em geral ignorados pelo grande circuito comercial. Este trabalho de formação de plateias teve início em julho de 1978, por ocasião de incorporação do Cine Ouro Verde ao patrimônio da UEL. Desde 2005, as atividades de cinema foram transferidas para o Cine Com-Tour UEL.  

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

"MAIS QUE MEL" - Cine Com-Tour

Mais que Mel (Suíça, Alemanha, EUA - 2013)


Estreia hoje (29) no Cine Com-Tour o documentário "Mais que Mel" (More Than Honey). O filme investiga a responsabilidade dos homens no desaparecimento das abelhas - em menos de quinze anos, de 50% a 90% desses insetos desapareceram do globo terrestre. Sem a polinização feita pelas abelhas, até 80% das frutas e legumes podem sumir da face da Terra. Einstein já tinha dito que, sem elas, o ser humano sobreviveria no máximo quatro anos. 

Gênero: Documentário
Direção: Markus Imhoof
Roteiro: Kerstin Hoppenhaus, Markus Imhoof
Produção: Helmut Grasser, Markus Imhoof, Pierre-Alain Meier, Thomas Kufus
Fotografia: Attila Boa, Jörg Jeshel 
Montador: Anne Fabini
Trilha Sonora: Peter Scherer
Duração: 95 min

Assista ao trailer!




Curiosidades: 

- Mais que Mel venceu o prêmio de melhor documentário no Swiss Film Prize, German Film Awards e Bavarian Film Awards. O filme também recebeu o prêmio de melhor direção de som na Viennale, e ficou em segundo lugar no prêmio do público no festival de Palm Springs.

- Entre as várias denúncias ecológicas feitas pelo filme, o diretor Markus Imhoof destaca o uso abusivo de abelhas para aumentar a produtividade dos agricultores. Ele compara o seu filme ao clássico de Charles Chaplin sobre o trabalho excessivo, em cadeia: "É como Tempos Modernos, mas contado com abelhas".

- O diretor insiste que as personagens principais do filme são as abelhas, e para dar a importância que merecem, ele usou todos os recursos disponíveis das produções de ficção, incluindo os planos próximos, ou os movimentos de câmera como os travellings e as panorâmicas em torno das colmeias.

"Mais que Mel" fica em cartaz no Cine Com-Tour até o dia 04/02. Sessões diárias às 20h30, e também às 16h aos sábados, domingos e feriados. Os ingressos custam R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia). 

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

"OS AMIGOS" - Cine Com-Tour

Os Amigos (Brasil, 2013)



Fica em cartaz até a próxima quarta-feira (28) no Cine Com-Tour o drama brasileiro "Os amigos", dirigido por Lina Chamie. O longa apresenta um dia especial na vida de Théo, um arquiteto de São Paulo. Pela manhã, ele vai ao funeral de um amigo de infância. Durante o dia, Théo vai relembrar os amigos e, quem sabe, por meio dos pequenos gestos cotidianos, se redescobrir.


Gênero: Drama
Direção: Lina Chamie
Roteiro: Lina Chamie
Elenco: Caio Blat, Dira Paes, Fernando Alves Pinto, Marco Ricca, Maria Manoella, Rodrigo Lombardi, Sandra Corveloni, Teka Romualdo
Produção:Produção: Patrícia Faria
Fotografia: ABC, Jacob Solitrenick
Montador: Karen Harley


Exibido diariamente às 20h30 e também às 16h aos sábados, domingos e feriados. Os ingressos custam R$ 12,00 (Inteira) e R$ 6,00 (meia).

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Vagas abertas para os Corais da UEL


Qualquer pessoa pode participar dos corais da Universidade Estadual de Londrina, basta ter disponibilidade para os ensaios e gostar de cantar. As vagas estão abertas para os interessados a partir de 8 anos de idade. As vagas são para os coros:
Infantil (8 a 12 anos)
Juvenil (12 a 18 anos)
Adulto (18 a 55 anos)
Tempos Dourados (senhoras a partir de 55 anos)
Campus (alunos, servidores e docentes da UEL)
As inscrições podem ser feitas na Divisão de Música da UEL, que fica na rua Tupi, nº 210, nos dias 2, 3 e 4 de dezembro, das 17h às 19h. Mais informações no telefone: 3322-5224.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

9º Seminário de Cinema Contemporâneo acontece até sexta-feira

Ainda dá tempo de curtir o 9º Seminário de Cinema Contemporâneo, que acontece na sala 656 do CECA (Centro de Educação, Comunicação e Artes) na UEL. Até sexta-feira, serão exibidos, gratuitamente, diferentes filmes nacionais: 




DIA 24, 10h

Castanha - Davi Pretto
BRASIL, 95', 2013

João Carlos Castanha é um ator de 52 anos que vive com sua mãe Celina, de 72 anos. Ele divide-se trabalhando como transformista em bares GLS e fazendo pequenas participações em peças de teatro infantis, filmes e programas de televisão. Atormentado e perseguido por fantasmas de seu passado, dia após dia, João passa a confundir cada vez mais a realidade que vive com a ficção que interpreta. 



DIA 25, 10h

A vizinhança do tigre - Affonso Uchoa
BRASIL, 95', 2014

Juninho, Menor, Neguinho, Adilson e Eldo são jovens moradores dos bairro Nacional, periferia de Contagem. Divididos entre o trabalho e a diversão, o crime e a esperança, cada um deles terá de encontrar modos de superar as dificuldades e domar o tigre que carregam dentro das veias. 



DIA 26, 10h

Depois da chuva - Cláudio Marques e Marília Hughes
BRASIL, 90', 2014

Salvador, Bahia, 1984. Após vinte anos de ditadura, a população vai às ruas exigir a volta das eleições diretas para presidente da República. Esse será um ano de transformação para o jovem Caio. 


sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Noites de Cabíria e Os Incompreendidos no Cine Com-Tour

O Cine Com-Tour marca presença no 16º Festival de Cinema Kinoarte exibindo dois clássicos filmes da década de 50.

Giulietta Masina como Cabíria

Noites de Cabíria, produção franco italiana, dirigida por Federico Fellini, conta a história de Cabíria (Giulietta Masina), uma jovem mulher que se prostitui para viver. Ela sonha com um amor, porém sofre inúmeras desilusões. A obra venceu na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar de 1958 e Giulietta Masina levou o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes em 1957.

Noites de Cabíria (Le Notti di Cabíria, FRA/ITA, 1957) 
Direção: Federico Fellini
Roteiro: Pier Paolo Pasolini, Federico Fellini, Ennio Flaiano, Tullio Pinelli
Elenco: Giulietta Masina, François Périer, Franca Marzi, Aldo Silvani.
Duração: 110'

HORÁRIOS: 
DIA 18: 20h30
DIA 20: 20h30
DIA 21: 16h
DIA 22: 20h30
DIA 24: 20h30


Jean-Pierre Léaud como Antoine Doinel
Os Incompreendidos, dirigido por François Truffaut, é um drama francês que mostra parte da vida de Antoine Doinel (Jean-Pierre Léaud) um garoto de 14 anos que se rebela contra o autoritarismo na escola e o desprezo dos pais. Essa é a primeira obra que narra a trajetória de Antoine Doinel, alter-ego de Truffaut.
Foi indicado ao Oscar de Melhor Roteiro em 1960 e premiou Truffaut como melhor diretor em Cannes, em 1959.

Os Incompreendidos (Les quatre cents Coups, FRA, 1959)
Direção: François Truffaut
Roteiro: François Truffaut, Marcel Moussy
Elenco: Jean-Pierre Léaud, Claire Maurier, Albert Rémy, Patrick Auffay, Georges Flamant
Duração: 99'

HORÁRIOS: 
DIA 19: 20h30
DIA 20: 16h
DIA 21: 20h30
DIA 23: 20h30

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Coral Tempos Dourados participa de Festival em Minas Gerais

Coral em apresentação do Dia das Mães



Formado por vozes de senhoras da comunidade londrinense, o Coral Tempos Dourados viaja nesse mês para Caxambu - Minas Gerais para participar do Festival Canta Brasil 2014. O evento, que acontece de 14 à 17 de agosto, terá a participação de cerca de 60 corais do Brasil. A edição desse ano homenageia Dominguinhos, grande ícone da música popular. 


Em atividade desde 1990, o coro iniciou suas atividades com Denis Camargo junto a um grupo de alunos da UNATI (Universidade aberta à Terceira Idade). Sob a regência de Denis Camargo e Edvaldo de Sousa, o grupo interpreta canções brasileiras e internacionais, populares e sacras.




  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO